PARTE II - PREPARAÇÃO PARA TEMPORADA DE CRIA

PARTE II - PREPARAÇÃO PARA TEMPORADA DE CRIA

PREPARAÇÃO PARA ÉPOCA DE CRIA

 

Chegou a época de cria , e aí o que fazer ???

 

A primeira idéia que se tem  , pelo que ouvimos por alto , basta bombardear com vitamina “e” , colocar algumas vitaminas mais reforçadas , dar antibióticos , anticoccidianos ,  etc etc etc  . Enfim bombardear a pobre ave com medicamentos e suplementos que fulano ou ciclano falou e botar os bichos pra cruzar , isso é certeza de fartura de filhotes !!!!!

 

Bem podes até ter êxito , mas isso a curto prazo e sob pena de prejudicar a sanidade do plantel e sua longevidade . Quem sou eu para julgar e dizer estar errado criadores que assim o fazem , sei de muitos , até renomados que seguem esse preceito , porém vou lhe falar sobre o que eu acho correto e como eu faço  um bom tempo e vem me trazendo bons resultados , mais uma vez vai depender do discernimento de quem lê , aceitar ou não esse manejo é uma escolha particular  , como já disse anteriormente não sou dono da verdade , apenas relado e indico um caminho que já trilhei , que me trouxe resultados e que eu creio ser o correto .

 

Na natureza , as aves se baseiam no clima , na temperatura, na umidade , na fartura de alimentos assim como também no período de luminosidade . Em um clima estável  temos as 04 estações bem definidas onde o inverno é frio e seco, a alimentação se torna rareada e os dias mais curtos , momento esse que as aves encontram-se em repouso , gastando o mínimo de energia .

 

Na primavera os dias vão se tornando mais longos, as flores começam a aparecer , insetos , alimentos etc são mais abundantes , o tempo está mais quente e úmido , época propícia para as aves começarem a procriar pois sabem que os filhotes não ficarão a mercê das interpéries , que haverá alimentos suficientes e que o dia ficará mais longo , dando mais tempo para a criação dos filhotes .

 

No verão os filhotes estarão nascendo ainda , muitos já empenados e alçando o primeiro vôo , a fartura ainda continua , umidade alta , dias longos . No final do verão as aves já estão cansadas , vão esfriando se preparando pra próxima estação

 

Chegou outono as aves fazem sua muda , já não estão dispostos a criar , se preparam para passar o inverno com sua nova plumagem . O tempo é mais seco , um pouco mais frio e os dias diminuíram em relação ao verão .  E assim se chega a mais um ciclo .

 

Agora vamos entender porque fiz esse relato . No meu entendimento temos que simular ao máximo as condições expostas na natureza , afim de obtermos êxito na criação ocasionando o menor stress possível .

 

Em Agosto começo a preparação para a criação , feito os casais  os coloco em suas gaiolas criadeiras ( eu uso a modelo argentina ) . Coloco um ninho , dois puleiros sendo um proximo ao ninho de forma que o casal possa alimentar os filhotes , deixo disponível material para a fêmea revestir o ninho , uso a juta , cortada em quadrados de 5cmx5cm afixadas nas grades por pregadores de roupa .

 

 

Pra estimular e padronizar o início de temporada , em julho eu começo a prolongar gradativamente o dia com o auxílio de um timer acoplado a uma lâmpada .  No começo eu deixo ele ligar ao amanhecer , para eles acostumarem com o liga e desliga da lâmpada . Gradativamente vou deixando o timer regulado pra ligar mais cedo , 15 minutos por semana até chegar a amanhecer por volta das 04:30 permanecendo assim até o fim da temporada . O anoitecer deixo ocorrer normalmente , no ápice o período luminoso chega a 14 a 15 horas . Isso simula a chegada do verão e nos dá mais tempo para manuseio e mais tempo para os casais cuidar de sua prole .

 

 A partir do trecho 02:45 vemos o sistema de timer 

Outra artimanha para auxiliar nesse processo é o aumento da oferta de alimentos , começo a fornecer a farinhada umidecida com mel e alho ( 05 cabeças de alho para um litro de mel , batido em liquidificador e armazenado na geladeira em garrafa pet ) na proporção de 04 colheres de sopa por kg de farinhada , só misturo a que for usar no dia . Na farinhada acrescento também couve picada assim como ovo cozido , uso umas 05 folhas picadas a cada dia e 03 ovos cozidos , eu preparo por volta de 300 gr de farinhada .

 

O mel é uma ótima fonte de energia e aumenta a palatidade da farinhada , o alho é um antibiótico natural e previne diversas enfermidades , principalmente respiratórias .  Já o ovo aumenta o teor de proteínas animais assim como agrada o paladar dos canários . Costumo ofertar a parte a aveia descasda em coxo separado , é bem aceito pelo casal e auxilia muito no trato dos filhotes . Pedaços de maçã durante toda essa época também é bem vindo 

 

Fora o aumento do período luminoso e o reforço da alimentação , não forneço nenhum outro aditivo alimentar nem tampouco nenhuma medicação , creio que alimentação fornecida supra todas as necessidades , só medico em caso de enfermidade e de maneira individualizada .

 

Para aumentar a umidade , aumento o fornecimento de banhos , se vocês repararam imito o que ocorre na natureza , ajudando as aves a aprontarem e a terem uma temporada satisfatória .  O único medicamento que forneço antes da cria é o ivomec por on que aplico na nuca para prevenção de parasitas externos ( piolhos )  e antes de iniciar a cria pulverizo kill red  nas gaiolas , paredes e puleiros com o mesmo objetivo .

 

Basicamente esse é o preparo do meu plantel pré acasalamento , espero que ajude .