Translate this Page
Ultimas Atualizações
CRIADOURO GOUVEIA  (14-05-2022)
CONHECENDO
QUAL A CATEGORIA QUE MELHOR LHE DEFINI ?
CRIADOR PORTE
CRIADOR COR
CRIADOR CANTO
CRIADOR EXÓTICOS
CRIADOR SILVESTRES
SIMPATIZANTE
Ver Resultados

Rating: 2.9/5 (1802 votos)




ONLINE
2




Partilhe esta Página



 

here

JASPE NO PORTE - CONHECENDO PARA TRABALHAR
JASPE NO PORTE - CONHECENDO PARA TRABALHAR

MUTAÇÃO JASPE NO PORTE  - COMO TRABALHAR ?!

 

O JASPE JÁ ESTÁ BEM DIFUNDIDO NO SEGMENTO COR MAS, AINDA É UMA NOVIDADE NO SEGMENTO PORTE.

HOJE VOCÊ VAI CONHECER , ENTENDER  E APRENDER A TRABALHAR A MUTAÇÃO JASPE EM SEU CANARIO DE PORTE .

A CADA DIA QUE PASSA , VEMOS NOVAS CORES SURGIREM NA CANARICULTURA DE PORTE E A MUTAÇÃO JASPE É UMA DAS QUERIDINHAS DO MOMENTO.

COM ESSE ARTIGO VOCÊ CONHECERÁ ESSA MUTAÇÃO , COMO ELA SE COMPORTA E COMO FIXAR A MUTAÇÃO JASPE  EM SEU CANÁRIO DE PORTE, TUDO ISSO SIMPLIFICADO E RESUMIDO EM 03 PASSOS

1 )  CONHECENDO A COR JASPE

2 )  ENTENDENDO A GENÉTICA DO JASPE  

3 ) COMO TRABALHAR A COR JASPE NO CANARIO DE PORTE

 

CONHECENDO A COR JASPE

 

O JASPE FOI OBTIDO ATRAVES DA TRANSFERENCIA DA MUTAÇÃO DILUÍDA DO CARDUELLIS MAGELANICO AO PATRIMONIO GENÉTICO DOS CANÁRIOS  . FOI FIXADO E DESENVOLVIDO POR JOSÉ ABELLAN , AO FINAL DO SECULO 20E COMEÇO DO 21.

 JOSÉ ABELLAN

 

É UM FATOR DE HEREDITARIEDADE LIVRE E DOMINANTE , NÃO EXISTE FATOR LETAL QUANDO EM HOMOZIGOSE  PODENDO SE APRESENTAR DE FORMA SIMPLES OU EM DUPLO FATOR .

ESSA MUTAÇÃO ATUA SOBRE A MELANINA , DISPERSANDO FORTEMENTE A EUMELANINA E REDUZINDO A FEOMELANINA , DEVIDO A DISPERSÃO DA EUMELANIA MUITAS VEZES FICA APARENTE A COR DE FUNDO .

EUMELANINA, FEOMELANINA , O QUE É ISSO GOUVEIA ????

VOU EXPLICAR DA MANEIRA MAIS SIMPLIFICADA POSSÍVEL .

 

A EUMELANINA SE MANIFESTA NA PARTE CENTRAL DA PENA E TAMBÉM DISPERSA NA PLUMA FORMANDO O QUE CHAMAMOS DE ENVOLTURA , ELA PODE SER NEGRA OU MARROM . JÁ A FEOMELANINA SE MANIFESTA NA BORDA DA PENAS E SEMPRE NA COR MARROM VEJA A FOTO A SEGUIR

ESSA MUTAÇÃO DÁ UM ASPECTO METÁLICO AO CANARIO DEIXANDO UMA BELA COR .

 

BEM DE MANEIRA SIMPLES JÁ TEMOS UMA NOÇÃO DO QUE É A MUTAÇÃO JASPE NÉ , AGORA VAMOS PARA O SEGUNDO PASSO

A GENÉTICA DA MUTAÇÃO JASPE

O FATOR JASPE É UM FATOR AUTOSSOMAL DE DOMINANCIA PARCIAL OU

SEMI-DOMINANCIA . EITA QUE O GOUVEIA TÁ COMPLEXO HOJE HEIN

FALANDO DIFÍCIL QUE SÓ  !!!

 

DOMINANCIA PARCIAL OU SEMI-DOMINÂNCIA OU ATÉ MESMO DOMINANCIA INCOMPLETA É UM TIPO DE DOMINANCIA ONDE OS ALELOS SE EXPRESSAM EM HETEROZIGOSE PORÉM O FENÓTIPO É INTERMEDIÁRIO , POIS NÃO É COMPLETAMENTE DOMINANTE

POXA GOUVEIA TU TÁ TIRANDO UMA COM MINHA CARA NÉ

 

VAMOS MELHORAR ESSA EXPLICAÇÃO :

 

O JASPE É UM FATOR QUE DILUI A MELANINA DA AVE , MAS  NÃO O FAZ POR COMPLETO POR ISSO É CHAMADO SEMI DOMINANTE . ELE DEIXA UM ASPECTO INTERMEDIÁRIO NA PLUMAGEM

VAMOS DE FÓRMULA

VAMOS REPRESENTAR O JASPE COM A LETRA “J” EM MÁIÚSCULO POIS O FATOR É DOMINANTE  , E COM “j” MINÚSCULO O NÃO JASPE .

 

SEMPRE REPRESENTAMOS O FATOR COM A PRIMEIRA LETRA DO  FATOR DOMINANTE QUE NO CASO É J , E REPRESENTAMOS O RECESSIVO COM ESSA MESMA LETRA SÓ QUE EM MINUSCULO .

UM ALERTA , NÃO EXISTE CANÁRIO PORTADOR DE JASPE OU ELE É OU NÃO É .

 

ACASALANDO UM CANÁRIO JASPE SIMPLES DILUIÇÃO COM UM CANÁRIO COMUM TEREMOS O SEGUINTE RESULTADO :

COMO VIMOS NESSE ACASALAMENTO TEREMOS 50% DE CANÁRIOS JASPES SIMPLES DILUIÇÃO  E 50 % NÃO JASPES

 

AGORA VAMOS USAR DOIS CANÁRIOS JASPES

 

 

DESSE ACASALAMENTO TEREMOS 50 % JASPES SIMPLES DILUIÇÃO , 25 % JASPES DUPLA DILUIÇÃO E 25 % NÃO JASPES

OUTRO EXEMPLO , ACASALANDO UM JASPE DUPLA DILUIÇÃO COM UMA AVE COMUM

 

 

TEREMOS 100% DE JASPES SIMPLES FATOR . NÃO DEMOSTRAREI AS DEMAIS POSSIBILIDADES POIS SE ACASALARMOS DOIS EXEMPLARES NÃO JASPES NASCERÃO SEMPRE CANÁRIOS NÃO JASPES E SE ACASALARMOS DOIS DUPLOS JASPES , SEMPRE NASCERÃO DUPLOS JASPES .

FINDADA A PARTE GENÉTICA , QUE ESPERO TEREM COMPREENDIDO , VAMOS PARA O TERCEIRO PASSO :

COMO TRABALHAR A COR JASPE

NO SEGMENTO PORTE EXISTE DUAS POSSIBILIDADES DE TRANSFERIR A MUTAÇÃO JASPE PARA UM CANÁRIO DE PORTE  , VAMOS SUPOR QUE EU QUEIRA UM RAÇA ESPANHOLA JASPE , COMO PODERIA FAZER ?

 

1ª  FORMA ATRAVES DA  HIBRIDAÇÃO :

 

ACASALARIA UM CARDUELLIS DILUIDO , OU POPULARMENTE DIZENDO, UM PINTASSILGO DILUIDO COM UMA FÊMEA DE RAÇA ESPANHOLA .

 

DESSE ACASALAMENTO TERÍAMOS UM F1 OU PINTAGOL SE PREFERIR.

PEGARÍAMOS OS MACHOS DE F1 E VOLTARIAMOS EM FEMEAS DE RAÇA ESPANHOLA TIRANDO OS R1 .

 

PEGARÍAMOS OS MACHOS DE R1 E VOLTARIAMOS NOVAMENTE EM FÊMEAS DE RAÇA ESPANHOLA GERANDO O R2

VOLTARIAMOS O R2 EM OUTRAS FEMEAS DE ESPANHOLA GERANDO O R3 QUE JÁ É PRATICAMENTE UM RAÇA ESPANHOLA .

 

FOI ASSIM QUE INSERIRAM O JASPE EM CANÁRIOS , POREM UM GRANDE PROBLEMA , A HIBRIDAÇÃO É PROIBIDA NO BRASIL .UM OUTRO GRANDE PROBLEMA É A FERTILIDADE , NEM TODOS OS HIBRIDOS SÃO FERTEIS , TERÍAMOS QUE CONTAR COM A SORTE E A PERSISTENCIA .

2ª FORMA  USANDO CANARIO DE COR JASPE  , ESSA É A ALTERNATIVA MAIS SIMPLES , JÁ TEMOS CANARIOS JASPES NO SEGMENTO COR , PODEMOS USA-LO DA SEGUINTE MANEIRA:

PEGAMOS UM CANARIO DUPLO JASPE E PASSAMOS EM UM ESPANHOLA, TODOS OS FILHOTES SAIRIAM JASPE POREM MESTIÇOS .

VOLTARIAMOS OS MESTIÇOS EM UM ESPANHOLA PURO , TERÍAMOS 50% DE JASPES SIMPLES E 50 % DE NÃO JASPES , AINDA SENDO MESTIÇOS

PEGAMOS OS MELHORES JASPES MESTIÇO E VOLTAMOS NOVAMENTE

EM UMA ESPANHOLA PURA , REALIZANDO O MESMO PROCESSO

SUCESSIVAMENTE ATÉ CHEGARMOS NO PADRÃO  . NO CASO ESPECÍFICO

DO ESPANHOLA EU DIRIA TER UMA TERCEIRA OPÇÃO , USAR UM ESPANHOLA JASPE, QUE JÁ ESTÁ DISPONÍVEL NO MERCADO RS....

 

MAS USEI ESSE EXEMPLO PARA MOSTRAR COMO PASSAR O JASPE PARA OURAS RAÇAS QUE AINDA NÃO TENHAM  FIXADO ESSA COR .

LEMBRANDO SEMPRE QUE EM PORTE , A COR É SEMPRE UM FATOR SECUNDÁRIO , MAS COMO EU SEMPRE DIGO ,

NOS CRIADORES TEMOS QUE SE DIVERTIR E A CANARICULTURA TEM ESSE LADO LÚDICO DA GENÉTICA PARA NOS ENTRETER .

 

O ARTIGO ASSIM SE ENCERRRA  , ESPERO QUE TENHA SIDO ÚTIL PARA TODOS QUE LEREM , UM FORTE ABRAÇO

 

SANDRO GOUVEIA

 

FOI UTILIZADO COMO FONTE DE PESQUISA O TEXTO DE AUTORIA DE FABRIO RODRIGUES PUBLICADO NA REVISTA BRASIL ORNITOLOGICO.

topo